quinta-feira, 20 de agosto de 2015

Degustação: Caçadores, O Vale da Morte - Priscila M. Palmeira


Quando cinco amigos sai á caça as bruxas, tudo pode acontecer... Mas será que estes caçadores estão preparados para enfrentar todos os males que há pelo caminho e salvar as virgens antes do grande sacrifício do Sabbatum?

Eu tive o imenso prazer em ler os dois primeiros capítulos desse livro fantasia e o que posso diver, só me deixou com vontade de lê-lo por completo! 
Depois da morte de seu pai Djiu resolve caçar essas malditas bruxas para vingar-se e manter o legado de seu pai. E durante uma caça, ela consegue matar uma das que estão soltas por ai, mas infelizmente antes disso a maldita conseguiu atingi-la com a madeira que Djiu usava para se defender e deixar um grande ferimento em sua perna. Djiu sempre valente e durona não deixa se abater e continua sua jornada de volta para casa, mas o ferimento insistia em doer e sangrar, e devido tamanha dor ela desmaia. Ao acordar está em uma cabana aos cuidados de Doru, o jovem que encontrou-a perdida na floresta, seu ferimento estava melhorando, mas ainda não estava cem por cento. Lembrando que estava em uma missão ela insisti em ir embora, mas Doru, um jovem ruivo dos olhos azuis e totalmente lindo tenta impedi-la, mas era óbvio que ele não iria conseguir isso porque ela era toda durona.
Depois de tanto esconder um segredo, Doru sabe o que Djiu é e resolve mostrar a ela aquilo que tanto insistia em esconder de todos. Ambos tinham o mesmo objetivo e ele queria ser como ela...
Será que Djiu irá ajudá-lo? Ela vai conseguir exterminar com essa maldita raça que só causa tristeza matando pessoas inocentes?


Agora vai especialmente pra vocês essa MEGA NOVIDADE, a autora Priscila Magalhães estará na Bienal no dia 13 de Setembro no estante F14 da Ler Editorial, Pavilhão Azul dando autógrafos das 11:30 as 13:00.
E pra melhorar o lançamento de Caçadores - O Vale da Morte será neste dia, então essa maravilha vai estar no estand T-O-D-O-S OS DIAS, pra quem se apaixonou pela degustação assim como eu, não pode deixar de adquirir seu exemplar! Eu com certeza vou querer tê-lo na minha estante.


Postar um comentário